• ARNO AO SEU LADO - Sua casa cheia de vida

11 tendências na confeitaria

Todo mundo adora ser criativo na cozinha – e algumas das invenções acabam pegando e se espalhando por aí. Separamos 11 tendências que todos os confeiteiros, profissionais ou amadores, devem saber para arrasar na cozinha. Confira:

  1. Substituir o uso de corantes artificiais por naturais – pode abusar dos extratos de verdura, legumes e frutas. A beterraba, por exemplo, possui coloração forte e bonita.
  2. “Sem glúten” daqui para frente são palavras de ordem. Cada vez mais encontramos opções de doces e sobremesas livres de glúten.
  3. O sal combina com as sobremesas, sim! Nossa dica: use flor de sal ou sais especiais como o de Guêrande.
  4. Que tal reduzir o açúcar? Tentar cortar as quantidades de açúcar nas suas receitas favoritas pode resultar em sobremesas mais saudáveis.
  5. Estão aumentando as opções de ingredientes locais – já existe até fava de baunilha cultivada na Bahia. Dê preferência aos produtores nacionais.
  6. Produtos sem aromas artificiais nem gordura hidrogenada são cada vez mais comuns.
  7. O naked cake, ou seja, bolo sem cobertura, se tornou uma opção tanto para festas menos formais quanto para casamentos.
  8. Misturar receitas salgadas e doces pode dar muito certo. Prova disso é o cronut: fusão entre croissant e donut que se tornou um sucesso.
  9. Alguns clássicos não envelhecem: o brigadeiro não só continua em alta como está recebendo variações deliciosas.
  10. Os waffles não param de crescer, e agora não estão mais presos ao café da manhã: podem ser degustados no café da tarde ou mesmo como sobremesa.
  11. Esta é bem ousada: vegetais na sobremesa. Bolos ou tortas doces feitas com abobrinha podem ficar uma delícia – e existe um certo chef francês que prepara saborosos macarons usando beterrabas e cenouras.

E você, fez ou conhece alguma invenção que ainda vai virar moda nas cozinhas do mundo inteiro? Mande para a gente!

 

Conheça 5 dicas para arrasar na sobremesa

Para muitos, a refeição só começa depois do prato principal. Por isso é importante acertar na mão quando o assunto é sobremesa – e, com as dicas que nós separamos, você vai acertar em cheio sempre, por mais fácil e rápida que seja a receita. Veja:

  1. As claras de neve são essenciais para muitas receitas e exigem atenção: quando batidas em excesso, podem se tornar secas e deixar a massa mais pesada.
  2. Não bata demais o chantilly – ele pode literalmente virar manteiga.
  3. Derreter chocolate no micro-ondas é preferível. O banho-maria, além de menos prático, pode estragar o chocolate com respingos.
  4. As caldas que levam açúcar e água não devem ser mexidas durante o cozimento, pois correm perigo de adoçarem em excesso.
  5. Ao assar a massa de uma torta que você pretende rechear depois, faça um enchimento usando papel manteiga com grãos de feijão dentro, para que as laterais não escorram.

Pode confiar: seguindo essas dicas à risca, suas sobremesas vão se tornar a parte mais aguardada de cada refeição.

 

4 maneiras para fazer tortas salgadas decoradas

Na cozinha, a relação entre sabor e carinho é direta: quanto maior o cuidado no preparo de uma receita, melhor o resultado. E alguns pratos dão água na boca por revelar, em apenas um olhar, todo o zelo do chef na cozinha. Por isso, alguns detalhes de decoração podem fazer a diferença ao servir uma refeição. Confira algumas maneiras simples para suas tortas salgadas ficarem mais bonitas e apetitosas:

  1. Com as tiras de massa restantes, faça uma trança. Para juntar, use gotinhas d’água e deixe a sua torta salgada mais charmosa.
  2. Faça traços no formato que desejar utilizando um cortador na massa. Aqui, vale usar toda a sua criatividade. Novamente, você pode usar apenas gotinhas d’água para unir as massas quando tiver terminado.
  3. Utilize o garfo para desenhar texturas em baixo-relevo nas bordas, alternando o sentido dos movimentos.
  4. Use uma tesoura para fazer alguns cortes, e, em seguida, vire cada ponta para um lado, alternando o sentido.

Com essas técnicas, as suas tortas salgadas vão se tornar únicas. Quer mais dicas para arrasar na cozinha? Continue ligado no nosso blog.

 

6 dicas de como deixar o bolo fofinho   Existe aquela massa de bolo que só as avós sabem fazer. Felizmente, nós descobrimos alguns dos segredos das vovós na cozinha. Com isso – e alguma prática – você também pode fazer bolos saborosos e macios. Saiba como com as dicas abaixo:

  1. Pese os ingredientes com atenção. Sabor e maciez dependem de medidas precisas.
  2. O ideal é passar a farinha e os ingredientes secos na peneira pelo menos três vezes.
  3. Para o melhor preparo, os ingredientes devem estar em temperatura ambiente – principalmente ovos, manteiga e leite.
  4. Para preparar claras em neve, o segredo é delicadeza. Para isso, pode contar com a batedeira Planetária ARNO – o Globo é o batedor ideal para incorporar ar na mistura.
  5. Ao adicionar o fermento, leve o bolo ao forno por 30 minutos, no máximo.
  6. O forno deve estar preaquecido e nunca deve ser aberto enquanto o bolo estiver assando.

Seja bolo de cenoura, de chocolate ou qualquer que seja o seu sabor favorito, com essas dicas ele sairá do forno macio, fofinho, úmido e pronto para ser saboreado.

 

POST_10

Uma tarefa que ninguém consegue fugir é lavar roupa. As máquinas de lavar são uma valiosa ajuda para facilitar esse entediante trabalho. Mas é preciso ter atenção em alguns detalhes para não estragar a peça e nem a máquina.

A primeira e principal dica é separar as roupas por cor e tecido. Meias e roupas íntimas também devem ter um cuidado especial e ser lavadas separadamente. Ao colocar as peças na máquina, organize-as: coloque as mais pesadas em baixo e as mais leves em cima. Isso ajuda na movimentação.

Sempre respeite os limites de peso indicados nos manuais de instruções. A Arno Lavete Intense, por exemplo, bate até 10kg de roupas em 5 programas de lavagem. Já a Arno Duppla Maxx lava até 6kg com 4 diferentes programas. Sobrecarregar a lavadora interfere na lavagem e pode até estragar a máquina.

Para que sua roupa seque bem e não fique com odor de roupa úmida, estenda as peças em uma área ventilada, mas nunca pendure-as diretamente no sol. Isso dificulta na hora de passar por deixar o tecido mais duro, além de poder comprometer as cores e fibras do tecido.

 

Ventilador x Circulador – Afinal, qual é a diferença?

Na hora de encontrar a melhor maneira de se refrescar, muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual é o melhor produto para atender suas necessidades. Um ventilador ou um circulador de ar? Afinal, qual é a diferença?

Para os dias de calor mais forte, o ventilador é a melhor opção, já que possui intenso fluxo de ar, concentrado em um ponto específico do ambiente. Assim, são mais indicados para espaços médios ou pequenos, como quartos e escritórios e você pode utilizar aparelhos com oscilação vertical e horizontal para distribuir melhor o vento pelo ambiente. Os modelos de coluna possuem a vantagem de se adaptarem facilmente a qualquer espaço, além de serem mais fáceis de transportar.

Uma boa opção para quem busca um produto de maior durabilidade e baixa manutenção é o ventilador de teto, que oferece conforto e praticidade. Ele refresca o ambiente porque promove a circulação do ar quente rarefeito, preso no teto. Além disso, ele se torna um item de decoração, trazendo mais charme e sofisticação ao ambiente.

O circulador de ar, por sua vez, é indicado para espaços mais amplos, já que a distribuição ocorre de maneira uniforme, sem foco de vento, fazendo com que o ar circule por todo o espaço, diminuindo a sensação de clima abafado.

Além desses fatores, muitos outros devem ser observados, como a classificação energética do produto nos selos do Inmetro e o ruído atrelado à força de vento. Hoje, com tecnologias avançadas, conseguimos ofertar um ventilador que oferece excelente força de vento com o mínimo de ruído. Isto significa um ambiente mais arejado e agradável, sem barulho.

 

1 2 3